g2h

level

domingo, 7 de julho de 2013

Museu em Santa Catarina traz

Museu em Santa Catarina traz a tona Victor Meirelles com sua obra Degolação de São João Batista - 1855.


Construção com porta-e-janela e os sobrados mais requintados, essa casa apresenta as características básicas da arquitetura comercial mais frequente na Desterro do século passado, onde o andar superior destinava-se à moradia e o térreo para o comércio - no caso, o armazém do pai do artista, o português Antônio Meirelles de Lima.

O imóvel a casa de Victor Meirelles foi adquirido pela União em 1946 e tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1950.
Desde 1952 o edifício abriga o Museu Victor Meirelles como forma de preservar a memória do grande artista catarinense.

Estudo de Traje Feminino - 1856Victor Meirelles de Lima nasceu na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro,
 hoje Florianópolis, em 18 de agosto de 1832, um menino pobre, filho de imigrantes portugueses, que ainda na infância
ocupava seu tempo desenhando bonecos e paisagens de sua idílica ilha.

A vocação precocemente revelada foi estimulada pelos seus pais e apoiada pelas autoridades oficiais da época:
aos quatorze anos de idade ele ganhava uma bolsa para frequentar a Academia Imperial de Belas Artes, no Rio de Janeiro,
 e aos vinte anos, com a tela "São João Batista no Cárcere" - 1852, conquistava o Prêmio Especial de Viagem à Europa.
Autor da mais popular das telas brasileiras - "A Primeira Missa no Brasil" - reproduzida em cadernos escolares, selos,
cédulas monetárias, livros de arte, catálogos e revistas, Victor Meirelles deixou um extraordinário acervo, minuciosos
esboços, estudos em papel e óleo sobre tela.

Seu falecimento se deu no Rio de Janeiro a 22 de fevereiro de 1903.

O Acervo
Nossa Senhora do Desterro - 1847     Felipe Camarão - 1872

O acervo do museu é composto de pinturas - óleo e aquarela - e desenhos das várias fases da brilhante
trajetória do genial artista catarinense.



Endereço
Rua Victor Meirelles, 59
88010-440   Florianópolis - SC
Telefone: (48) 3222-0692

Visitação: De terça a sexta-feira das 13h às 18h.
Atendimento a escolas e grupos: Visitas marcadas antecipadamente por telefone ou no museu.
Gratuidades: Menores de dez anos, maiores de 65 anos, grupos de estudantes e professores com visitas
previamente marcadas, A. A. M.V.M., funcionários do IPHAN e MinC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge